O RH no Futebol


image001

“Capacitação é palavra de ordem em qualquer empresa ou clube de futebol que pretenda atingir diferenciais competitivos no mercado.”

por João Paulo S. Medina

O setor de recursos humanos (RH) nas empresas evoluiu nas últimas décadas, do antigo departamento pessoal, limitado em suas ações, como contratar e dispensar funcionários, para uma visão muito mais ampla e complexa nos dias atuais.

Atividades como recrutamento, seleção, treinamento, desenvolvimento, capacitação, pesquisa, avaliação de desempenho, remuneração, desligamento, tornam-se cada vez mais estratégicos para as empresas que procuram disputar, com competência, espaços no mercado.

No futebol e, particularmente nos clubes com características de empresa, isto não será diferente nos próximos anos.

As soluções para os problemas de produtividade se encontram fundamentalmente no trabalho mais inteligente, participativo, integrado e sinérgico, o que significa melhor educação, melhor treinamento e capacitação.

A melhora nesses aspectos não pode mais ocorrer apenas por iniciativas isoladas. Requer uma atuação efetiva de um setor moderno e dinâmico de Gestão de Pessoas, dando suporte para a construção de perfis profissionais compatíveis com a missão, visão, valores e posturas estratégicas do clube, ou seja, buscando por resultados esportivos, sociais e educacionais expressivos, aliados com resultados financeiros consistentes.

Esta é uma tarefa que implica num processo de mudança cultural que não se faz da noite para o dia. É necessário, portanto, planejamento, investimentos e trabalho, para que ocorram mudanças significativas neste cenário. Tais ações trarão uma vantagem competitiva enorme em relação àqueles que ainda entendem que estas questões podem ser resolvidas de forma espontânea e amadorística.

Anúncios