Há 40 Anos

remapo11.jpg

1969

No Futebol…

… Pelé fazia o milésimo gol.

… o estádio Beira Rio era inaugurado.

… Tostão era o artilheiro das Eliminatórias para a Copa do Mundo no México.

… desfilavam craques pelos gramados do país: Leivinha, Almir, Rivellino, Pelé e tantos outros.

… o Estudiantes da Argentina era campeão da Libertadores.

Fora das Quatro Linhas…

… os Beatles faziam seu último show, no terraço do prédio de sua gravadora.

… o mundo via o homem pisar na Lua.

… o Ato Institucional nº 5 dava poderes extraordinários ao Presidente da República do Brasil.

… o escritor José Sarney publicava o livro “Norte das Águas”, que contava as desgraças das vítimas do sistema político.

Meu Brasil, brasileiro

124339.jpg

“She’s just seventeen, you know what I mean…”

Justificar os atos cometidos por atletas de 17 anos com a lendária frase, é perder boa parte do crédito que ainda nos resta como País do Futebol.

Quando John e Paul escreveram: “She’s just seventeen, you know what I mean…”, estava deliciosamente implícito o que cada um poderia pensar a respeito.

Eram anos românticos e o melhor do nosso futebol ainda estava por vir.

Mas quando esta mesma frase é utilizada para justificar os atos cometidos por atletas de 17 anos, que utilizaram o futebol como falta de educação, violência e nenhuma cidadania (para não dizer selvageria!), perdemos boa parte do crédito que ainda nos resta como País do Futebol.

O Corinthians foi expulso do mundial Sub-18 realizado na Espanha e está sumariamente suspenso desta competição pelos próximos cinco anos.

O Real Madrid vencia por 4 X 0 quando houve uma briga generalizada provocada por atletas corinthianos que culminou na eliminação e suspensão do clube no torneio oficial da Fifa.

As cenas gravadas pelo canal Teledeporte são lamentáveis e certamente irão correr o mundo todo, divulgando internacionalmente a imagem do Corinthians, porém de um aspecto nada positivo.

No caso de mais pessoas se iludirem com as recentes vitórias nas eliminatórias para a Copa de 2010, seguem algumas constatações do futebol brasileiro, e de maneira bem didática:

O ATLETA

Acha que a educação (escola) é concorrente da sua profissão. Ser jogador de futebol bem sucedido dispensa todo ‘esse trabalho’ de estudar.

Não percebe que ter suas inteligências mais desenvolvidas hoje, pode significar num melhor rendimento dentro de campo… agora.

O DIRIGENTE

Acha que escola pública é sinônimo de ensino. No fundo, também acha que escola pouco combina com futebol.

Discursa sobre formar cidadãos antes de atletas, mas não sabe como ou de que maneira fazer disso uma realidade.

Acha que Assistente Social, Psicólogo e Pedagogo são profissionais que não entram em campo para fazer gol.

A MÍDIA

Vai utilizar este triste episódio da equipe Sub-18 do Corinthians para explorar os buracos da estrutura de formação dos clubes e vender notícia. É pouco.

GOVERNO

Está preocupado em construir hardwares para a Copa de 2014. O software, vem funcionando bem há décadas e não precisa de upgrade.

E para finalizar:

O S.C. Corinthians Paulista deverá punir os jogadores envolvidos na confusão.